Combaterei por vosso amor

Senhor Deus dos exércitos, que nos dissestes no Evangelho: “Não vim trazer a paz, mas a espada”, armai-me para a luta. Desejo ardentemente combater por vossa glória, mas Vos suplico: fortalecei minha coragem… Poderei então exclamar com o Santo Rei Davi: “Só Vós, Senhor, sois meu escudo; sois Vós que adestrais minhas mãos para a guerra…”

Ó meu Bem-Amado! Sei para quais combates me destinais; não é nos campos de batalha que lutarei…

Sou prisioneira de vosso amor, fechei livremente a corrente que me prende a Vós e me separa para sempre do mundo que amaldiçoastes. Minha espada não é outra senão o Amor, com o qual expulsarei do reino o estrangeiro e Vos farei proclamar Rei nas almas que recusam submeter-se a vosso divino poder.

Sem dúvida, Senhor, não Vos é necessário um instrumento tão débil quanto eu, mas Joana, vossa virginal e valorosa esposa, disse: “É preciso batalhar para que Deus dê a vitória”.

Combaterei, pois, por vosso amor até o entardecer de minha vida, ó meu Jesus. E como não quisestes desfrutar de repouso nesta terra, quero seguir vosso exemplo, esperando que se realize em mim esta promessa que brotou de vossos divinos lábios: “Se alguém Me segue, em qualquer lugar onde Eu estiver estará ele também, e meu Pai o honrará” (cf. Jo 12, 26).

Oração composta por Santa Teresinha do Menino Jesus,
inspirada numa imagem de Santa Joana d’Arc

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Do mesmo autor

Artigos relacionados

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,148SeguidoresSeguir
308,000InscritosInscrever