Cruz santa, tesouro supremo que Jesus reserva para os privilegiados do seu Coração.
Quero viver contigo, morrer contigo, a exemplo do meu amado Esposo.
Sim, quero viver e morrer crucificada! Meu amor, “ou padecer ou morrer”.

Santa Elisabeth da Trindade

 

Na foto em destaque: Santa Elisabeth da Trindade fotografada em dezembro de 1902

 

Artigo anteriorA luz da esperança na ressurreição
Próximo artigoLiturgia Diária – 2 de novembro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui