Aconteceu na Igreja e no mundo

Novo massacre de católicos na África

Continuam as brutais perseguições sofridas pelos cristãos em Burkina Faso, república da África Ocidental, por mãos de terroristas islâmicos. Somente no dia 3 de julho, trinta e uma pessoas morreram num ataque realizado durante a noite. Quatorze delas se encontravam em frente à igreja da comunidade de Bourasso.

Na Diocese de Fada N’Gourma, no leste do país, cinco das dezesseis paróquias que a compõem encerraram por completo suas atividades após graves atentados. Em outras sete paróquias, o trabalho pastoral se limita à igreja principal, pois a maior parte das estradas de acesso às aldeias foram bloqueadas pelos terroristas ou estão sob seu controle.

Sangue de São Pantaleão se liquefaz

No dia 27 de julho, numerosos fiéis se deslocaram até o Mosteiro da Encarnação, em Madri, para assistir a um fenômeno que ocorre anualmente desde o século XVII: a liquefação do sangue de São Pantaleão.

O sangue desse mártir do século IV encontra-se numa ampola hermeticamente fechada e, no dia dedicado ao Santo, a liquefação se repete não só na Espanha, como também em Ravello, na Itália, cuja catedral abriga uma relíquia semelhante.

Recuperado relicário com o Preciosíssimo Sangue de Cristo

A urna com o Preciosíssimo Sangue de Cristo pertencente à abadia beneditina de Fécamp, na França, e que havia sido furtada na noite de 1º para 2 de junho, foi recuperada nos Países Baixos, intacta, após mais de seis semanas. Arthur Brand, detetive holandês especializado em artes, a encontrou na porta de sua casa dias depois de ter recebido um e-mail anônimo, cujo remetente afirmava estar em posse da valiosa relíquia.

O relicário, que mede cerca de trinta centímetros, abriga dois pequenos frascos contendo algumas gotas do Preciosíssimo Sangue Nosso Senhor, recolhidas por José de Arimateia após descer o Corpo de Jesus da Cruz.

Restituídas as joias da Virgem de Chiquinquirá

No dia 9 de julho, festa de Nossa Senhora de Chiquinquirá, padroeira da Colômbia, foi realizada no santuário dessa invocação mariana uma cerimônia para a restituição de suas joias, roubadas no ano passado.

Enquanto um religioso dominicano lia proclamações sobre o simbolismo de cada peça, cadetes da escola da Polícia Nacional as conduziram em almofadas até o presbitério e as entregaram a oficiais de alta patente do Exército e da Polícia. Estes levaram as joias aos pés da imagem, descida de seu lugar habitual, para que o Arcebispo de Bogotá e Presidente da Conferência Episcopal Colombiana, Dom Luis José Rueda, as colocasse sobre a sagrada tela. Ao mesmo tempo, soavam as notas de cânticos e hinos festivos entoados pelo coro e orquestra dos Arautos do Evangelho.

Além de restituir ao milagroso ícone a coroa de ­Nossa Senhora e de seu Divino Filho, o cetro, os rosários e a meia-lua sob os pés da Virgem, os padres dominicanos Lhe ofereceram um novo presente: um globo coroado com a cruz, símbolo do governo materno de Maria Santíssima sobre o mundo.

Patrimônio histórico em risco na Europa

Um informe publicado pela Comissão de Cultura do Senado Francês advertiu que milhares dos cem mil edifícios religiosos do país terão de ser vendidos ou demolidos, a menos que o governo destine recursos para mantê-los. Mais de quarenta mil desses prédios são anteriores ao século XX, e quinze mil deles estão protegidos como monumentos históricos, mas muitos se encontram deteriorados devido às intempéries. Há mais de um século, as igrejas católicas da França foram declaradas propriedade do Estado, o que obriga o poder público a responsabilizar-se por sua conservação.

Situação análoga se verifica na Espanha, onde quatrocentos monumentos religiosos, entre os quais se contam igrejas e conventos de grande valor patrimonial e artístico, encontram-se em ruínas, segundo informa a Associação Hispania Nostra.

Missionárias da caridade são expulsas da Nicarágua

Em fins de junho o governo nicaraguense determinou, em caráter de urgência, a dissolução no país da Congregação das Missionárias da Caridade, fundada por Santa Teresa de Calcutá, e a expulsão de seu território das dezoito religiosas que a compunham. No dia 6 de julho, a polícia e alguns funcionários da Direção Geral de Migração e Imigração conduziram as irmãs até a fronteira com a Costa Rica, onde foram acolhidas pela Diocese de Tilarán-Liberia.

As religiosas, procedentes do próprio país, bem como da Espanha, Índia, Vietnã, Filipinas, México, Equador e Guatemala, mantinham ali um lar para idosos, além de desenvolverem outros trabalhos pastorais. Desde de 1988 as Missionárias da Caridade atuavam na Nicarágua.

Abadia e capela dedicadas a São Miguel
escapam de incêndio

A onda de calor que atingiu a Europa no mês de julho causou diversos incêndios florestais, com a destruição de grandes extensões de terra.

No dia 17 de julho, as chamas consumiram mil e quinhentos hectares ao redor da Abadia de São Miguel de Frigolet, na costa sul da França, obrigando os monges premonstratenses que ali vivem a evacuar o edifício, que data do século XII. Felizmente os bombeiros contavam com a celestial ajuda do Arcanjo protetor do mosteiro, e o fogo foi contido a pouca distância de suas paredes.

No dia seguinte, a ação do Príncipe da Milícia Celeste se fez sentir também na costa oeste da França, onde o incêndio que arrasou mil e setecentos hectares no Monte São Miguel de Brasparts foi detido pelos bombeiros a apenas alguns metros de uma capela a ele dedicada.

Museu norte-americano acolhe exposição sobre Notre-Dame

O National Building Museum, em Washington, D.C., abrigará até o dia 26 de setembro uma exposição interativa sobre a Catedral de Notre-Dame de Paris, um dos monumentos mais emblemáticos e visitados no mundo.

A mostra, intitulada Notre-Dame de Paris: The Augmented Exhibition, oferece um passeio pela quase milenar história da catedral por meio de reconstruções virtuais, as quais transportam visualmente os visitantes através do tempo. Entre outros fatos, podem eles acompanhar a edificação do templo na Idade Média, assistir à chegada da Coroa de Espinhos trazida por São Luís IX em 1241, presenciar a instalação da agulha idealizada por Viollet-le-Duc, ou seguir os esforços de restauração da igreja desde o incêndio de 2019.

Grandes painéis com fotografias inéditas, reproduções tridimensionais da catedral e de seus detalhes decorativos – incluindo uma gárgula e uma estátua em tamanho natural – e réplicas dos ladrilhos de pedra e dos vitrais que ornam o edifício sacro terminam de compor o quadro para os visitantes, enquanto soam os harmoniosos acordes dos órgãos e sinos de Notre-Dame.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Do mesmo autor

Artigos relacionados

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,148SeguidoresSeguir
308,000InscritosInscrever