19 de julho de 2022

Terça-feira da 16ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Primeira leitura: Mq 7,14-15.18-20

14Apascenta o teu povo com o cajado da autoridade, o rebanho de tua propriedade, os habitantes dispersos pela mata e pelos campos cultivados; 15E, como foi nos dias em que nos fizeste sair do Egito, faze-nos ver novos prodígios. 18Qual Deus existe, como tu, que apagas a iniquidade e esqueces o pecado daqueles que são resto de tua propriedade? – Ele não guarda rancor para sempre, o que ama é a misericórdia. 19Voltará a compadecer-se de nós, esquecerá nossas iniquidades e lançará ao fundo do mar todos os nossos pecados. 20Tu manterás fidelidade a Jacó e terás compaixão de Abraão, como juraste a nossos pais, desde tempos remotos.

Salmo responsorial: Sl 84,2-4. 5-6. 7-8 (R.8a)
R. Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade.

2Favorecestes, ó Senhor, a vossa terra, *libertastes os cativos de Jacó. 3Perdoastes o pecado ao vosso povo, *encobristes toda a falta cometida; 4retirastes a ameaça que fizestes, * acalmastes o furor de vossa ira. R.

5Renovai-nos, nosso Deus e Salvador, *esquecei a vossa mágoa contra nós! 6Ficareis eternamente irritado? *Guardareis a vossa ira pelos séculos? R.

7Não vireis restituir a nossa vida, *para que em vós se rejubile o vosso povo? 8Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade, *concedei-nos também vossa salvação! R.

Evangelho: Mt 12,46-50

Naquele tempo: 46Enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: ‘Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo.’ 48Jesus perguntou àquele que tinha falado: ‘Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?’ 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: ‘Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.’


Santos em destaque

Santo Epafras, discípulo de São Paulo. Pregou o Evangelho em Colosso, Laodicéia e Gerápolis.

Santa Macrina, virgem (†379). Irmã dos santos Basílio Magno, Gregório de Nisa e Pedro de Sebaste. Versada nas Sagradas Escrituras, retirou-se para levar uma vida solitária no mosteiro de Annesi, no norte da Turquia.

Santa Áurea, virgem e mártir (†856). Conduzida diante dos juízes em Córdoba, Espanha, abjurou da fé cristã por temor, mas logo se arrependeu e foi martirizada.

São Bernoldo, Bispo (†1054). Construiu muitas igrejas na Diocese de Utrecht, Holanda, e introduziu nos mosteiros a  disciplina cluniacense.

São João Plessington, presbítero e mártir (†1679). Condenado à forca em Chester, Inglaterra, durante o reinado de Carlos II.

Beato Pedro Crisci, penitente (†c. 1323). Após distribuir seus bens aos pobres, pôs-se ao serviço da catedral de Foligno, Itália, passando a viver na torre do campanário.

Beato Aquiles Puchala, presbítero e mártir (†1943). Religioso franciscano polonês, fuzilado pelos invasores nazistas durante a Segunda Guerra.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Artigo anterior18 de julho de 2022
Próximo artigo20 de julho de 2022

Próximas liturgias

26 de junho de 2022

Domingo da 13ª semana do Tempo Comum Leituras da...

27 de junho de 2022

Segunda-feira da 13ª semana do Tempo Comum Memória facultativa de...

28 de junho de 2022

Memória de Santo Irineu Santo Irineu, Bispo e mártir (†202)....
Artigo anterior18 de julho de 2022
Próximo artigo20 de julho de 2022

Redes sociais

1,600,460FãsCurtir
103,000SeguidoresSeguir
8,500SeguidoresSeguir
253,000InscritosInscrever