17 de dezembro de 2023

3º Domingo do Advento (Gaudete)

A procura da felicidade norteia a existência de toda criatura humana, por disposição divina. A Liturgia do Domingo “Gaudete” indica o verdadeiro caminho para encontrá-la e oferece um exemplo seguro a seguir.


Ver também:

Leituras da Missa

Primeira leitura: Is 61,1-2a.10-11

1O espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu; enviou-me para dar a boa-nova aos humildes, curar as feridas da alma, pregar a redenção para os cativos e a liberdade para os que estão presos; 2para proclamar o tempo da graça do Senhor. 10Exulto de alegria no Senhor e minha alma regozija-se em meu Deus; ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me como um noivo com sua coroa ou uma noiva com suas joias. 11Assim como a terra faz brotar a planta e o jardim faz germinar a semente, assim o Senhor Deus fará germinar a justiça e a sua glória diante de todas as nações.

Salmo responsorial: Lc 1,46-48.49-50.53-54 (R. Is 61,10b)

R. A minh’alma se alegra no meu Deus.

46A minha alma engrandece ao Senhor, *47e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, 48pois, ele viu a pequenez de sua serva, *desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. R.

49O Poderoso fez por mim maravilhas, *e Santo é o seu nome! 50Seu amor, de geração em geração,*chega a todos os que o respeitam. R.

53De bens saciou os famintos, *e despediu, sem nada os ricos. 54Acolheu Israel, seu servidor, *fiel ao seu amor. R.

Segunda leitura: 1Ts 5,16-24

Irmãos, 16estai sempre alegres! 17Rezai sem cessar. 18Dai graças em todas as circunstâncias, porque essa é, a vosso respeito, a vontade de Deus em Jesus Cristo. 19Não apagueis o espírito! 20Não desprezeis as profecias, 21mas examinai tudo e guardai o que for bom. 22Afastai-vos de toda espécie de maldade! 23Que o próprio Deus da paz vos santifique totalmente e que tudo aquilo que sois – espírito, alma, corpo – seja conservado sem mancha alguma para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo! 24Aquele que vos chamou é fiel; ele mesmo realizará isso.

Evangelho: Jo 1,6-8.19-28

6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz. 19Este foi o testemunho de João, quando os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: “Quem és tu?” 20João confessou e não negou. Confessou: “Eu não sou o Messias”. 21Eles perguntaram: “Quem és, então? És tu Elias?” João respondeu: “Não sou”. Eles perguntaram: “És o profeta?” Ele respondeu: “Não”. 22Perguntaram então: “Quem és, afinal? Temos que levar uma resposta para aqueles que nos enviaram. O que dizes de ti mesmo?” 23João declarou: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Aplainai o caminho do Senhor’, conforme disse o profeta Isaías”. 24Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus 25e perguntaram: “Por que então andas batizando se não és o Messias, nem Elias, nem o profeta?” 26João respondeu: “Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis 27e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”. 28Isso aconteceu em Betânia, além do Jordão, onde João estava batizando.


Santos em destaque

São Modesto, Bispo (†634). Patriarca de Jerusalém, restaurou a Cidade Santa devastada pelos persas, reconstruiu e encheu de monges os mosteiros.

São Judicael, (†c.650). Rei da Bretanha, restabeleceu a concórdia entre os bretões e os francos e, após abdicar do trono, passou o resto da sua vida na abadia de Saint-Méen, França.

Santa Bega, abadessa (†693). Nobre viúva de origem francesa, fundou em Andenne, Bélgica, o Mosteiro da Bem-Aventurada Virgem Maria, do qual foi superiora.

Santo Estúrmio, abade (+779). Evangelizou a Saxônia, cuidou da construção do famoso mosteiro de Fulda, do qual foi o primeiro abade.

São Cristóvão de Collesano, monge (†séc. X). Grande propulsor da vida monástica no sul da Itália.

Santa Vivina, abadessa (†1170). Primeira superiora do Mosteiro de Santa Maria de Grand-Bigard, na Bélgica.

São João da Mata, presbítero (†1213). Junto com São Félix de Valois, fundou em Cerfroid, França, a Ordem da Santíssima Trindade para a Redenção dos Cativos.

São José Manyanet y Vives, presbítero (†1901). Fundador das Congregações de Filhos e Filhas da Sagrada Família, em Barcelona (Espanha), com a missão de imitar, honrar e propagar a devoção à agrada Família de Nazaré e promover a formação cristã das famílias.

Beata Matilde do Sagrado Coração de Jesus, virgem (†1902). Fundou a Congregação das Filhas de Maria Mãe da Igreja, em Don Benito, Espanha.

Beato Jacinto Cormier, presbítero (†1916). Superior-Geral da Ordem Dominicana nascido em Orleans, França, propôs-se restaurar tudo segundo o espírito do fundador, a começar pela oração e pelos estudos.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

Artigo anterior
Próximo artigo

Próximas liturgias

3 de março de 2024

3º Domingo da Quaresma Leituras da Missa Santos em...

2 de março de 2024

Sábado da 2ª semana da Quaresma Leituras da Missa ...

1 de março de 2024

Sexta-feira da 2ª semana da Quaresma Leituras da Missa ...
Artigo anterior
Próximo artigo

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,530SeguidoresSeguir
331,686InscritosInscrever