30 de agosto de 2022

Terça-feira da 22ª semana do Tempo Comum


Ver também:

Leituras da Missa

Primeira leitura: 1Cor 2,10b-16

Irmãos, 10o Espírito esquadrinha tudo, mesmo as profundezas de Deus. 11Quem dentre os homens conhece o que se passa no homem, senão o espírito do homem que está nele? Assim também, ninguém conhece o que existe em Deus, a não ser o Espírito de Deus. 12Nós não recebemos o espírito do mundo, mas recebemos o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos os dons da graça que Deus nos concedeu. 13Desses dons também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com a sabedoria aprendida do Espírito: assim, ajustamos uma linguagem espiritual às realidades espirituais. 14O homem psíquico – o que fica no nível de suas capacidades naturais – não aceita o que é do Espírito de Deus, pois isso lhe parece uma insensatez. Ele não é capaz de conhecer o que vem do Espírito, porque tudo isso só pode ser julgado com a ajuda do mesmo Espírito. 15Ao contrário, o homem espiritual – enriquecido com o dom do Espírito – julga tudo, mas ele mesmo não é julgado por ninguém. 16Com efeito, quem conheceu o pensamento do Senhor, de maneira a poder aconselhá-lo? Nós, porém, temos o pensamento de Cristo.

Salmo responsorial: Sl 144(145),8-9.10-11.12-13ab.13cd-14 (R. 17a)

R. É justo o Senhor em seus caminhos.

Misericórdia e piedade é o Senhor, *ele é amor, é paciência, é compaixão. O Senhor é muito bom para com todos, *sua ternura abraça toda criatura. R.

Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, *e os vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino *e saibam proclamar vosso poder! R.

Para espalhar vossos prodígios entre os homens *e o fulgor de vosso reino esplendoroso. O vosso reino é um reino para sempre, *vosso poder, de geração em geração R.

O Senhor é amor fiel em sua palavra, *é santidade em toda obra que ele faz. Ele sustenta todo aquele que vacila *e levanta todo aquele que tombou. R.

Evangelho: Lc 4,31-37

Naquele tempo, 31Jesus desceu a Cafarnaum, cidade da Galileia, e aí ensinava-os aos sábados. 32As pessoas ficavam admiradas com o seu ensinamento, porque Jesus falava com autoridade. 33Na sinagoga havia um homem possuído pelo espírito de um demônio impuro, que gritou em alta voz: 34“O que queres de nós, Jesus nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o santo de Deus!” 35Jesus o ameaçou, dizendo: “Cala-te e sai dele!” Então o demônio lançou o homem no chão, saiu dele e não lhe fez mal nenhum. 36O espanto se apossou de todos, e eles comentavam entre si: “Que palavra é essa? Ele manda nos espíritos impuros com autoridade e poder, e eles saem”. 37E a fama de Jesus se espalhava em todos os lugares da redondeza.


Santos em destaque

Santos Félix e Adauto, mártires (†séc. IV). Martirizados em Roma nos primeiros séculos da Igreja.

São Pamáquio (†410). Senador romano, muito amigo de São Jerônimo. Tendo ficado viúvo, dedicou-se à vida de piedade e obras de caridade.

São Fiacre, eremita (†c. 670). Originário da Irlanda, estabeleceu-se na França em lugar solitário. Ali construiu o mosteiro que deu origem ao povoado de Saint-Fiacre.

São Bonônio, abade (†1026). Seguiu a vida eremítica no Egito e no Monte Sinai. Ao retornar à Itália foi nomeado abade do Mosteiro de Lucédio.

Santa Margarida Ward, mártir (†séc. XVI). De origem nobre, foi morta durante o reinado de Isabel I, da Inglaterra, por ter ajudado um sacerdote a fugir da prisão.

Beato João Juvenal Ancina, Bispo (†1604). Jovem médico que ingressou na Congregação do Oratório e destacou-se como ardoroso pregador em Nápoles, Itália, antes de ser nomeado Bispo de Saluzzo.

Beata Maria Rafols, virgem (†1853). Dirigiu com ânimo, em meio a muitas dificuldades, a Congregação das Irmãs da Caridade de Sant’Ana, por ela fundada em Saragoça, Espanha.

Beato Eustáquio van Lieshout, presbítero (†1943). Sacerdote de origem holandesa pertencente à Congregação dos Sagrados Corações, falecido em Belo Horizonte. Favorecido com o dom da cura, alcançou fama de santidade ainda em vida.

Beato Alfredo Ildefonso Schuster, Bispo (†1954). Monge beneditino, foi abade de São Paulo Extramuros, em Roma, e mais tarde Arcebispo de Milão.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

Artigo anterior29 de agosto de 2022
Próximo artigo31 de agosto de 2022

Próximas liturgias

21 de agosto de 2022

Solenidade da Assunção de Nossa Senhora Solenidade da Assunção de...

22 de agosto de 2022

Memória de Nossa Senhora Rainha Nossa Senhora Rainha. Instituída por...

23 de agosto de 2022

Festa de Santa Rosa de Lima Santa Rosa de Lima,...
Artigo anterior29 de agosto de 2022
Próximo artigo31 de agosto de 2022

Redes sociais

1,600,460FãsCurtir
103,000SeguidoresSeguir
8,500SeguidoresSeguir
253,000InscritosInscrever