27 de fevereiro de 2024

Terça-feira da 2ª Semana da Quaresma

Memória facultativa de São Gregório de Narek, monge (†c. 1005). Evangelizador dos armênios, ilustre pela doutrina, escritos e ciência mística.

Leituras da Missa

Primeira leitura: Is 1,10.16-20

10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. 18Vinde, debatamos – diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã. 19Se consentires em obedecer, comereis as coisas boas da terra. 20Mas se recusardes e vos rebelardes, pela espada sereis devorados, porque a boca do Senhor falou!

Salmo responsorial: Sl 49(50),8-9.16bc-17.21.23 (R. 23b)

R. A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

8“Eu não venho censurar teus sacrifícios, *pois sempre estão perante mim teus holocaustos; 9não preciso dos novilhos de tua casa *nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos. R.

16bComo ousas repetir os meus preceitos *ce trazer minha Aliança em tua boca? 17Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos *e deste as costas às palavras dos meus lábios! R.

21Diante disso que fizeste, eu calarei? *Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo *e manifesto essas coisas aos teus olhos. R.

23Quem me oferece um sacrifício de louvor, *este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, *eu mostrarei a salvação que vem de Deus”. R.

Evangelho: Mt 23,1-12

Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los nem sequer com um dedo. 5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços e põem na roupa longas franjas. 6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de mestre, pois um só é vosso mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.


Santos em destaque

São Besas, mártir (†séc. III). Soldado denunciado ao juiz por haver tentado evitar que o populacho insultasse os Santos Julião e Euno. Tendo-se mantido firme na Fé, foi decapitado em Alexandria, Egito.

São Baldomiro, monge (†660). Trabalhador manual nas proximidades de Lyon, França, despertava admiração de todos, por sua piedade e caridade para com os pobres. Dedicou-se intensamente à oração no mosteiro de São Justo.

Santos Basílio e Procópio (741), monges em Constantinopla. No tempo do imperador Leão III, o Isauro, trabalharam ativamente em favor do culto às imagens sagradas.

Santa Ana Line, mártir (†1601). Seus pais, calvinistas ingleses, expulsaram-na de casa quando ela abraçou a fé católica. Tornouse guardiã da residência dos missionários da Inglaterra. Denunciada aos tribunais, foi condenada e enforcada.

São Gabriel da Virgem Dolorosa Possenti, religioso (†1862). Ingressou na Congregação dos Padres Passionistas sendo ainda adolescente e morreu como acólito aos 24 anos, em Isola del Gran Sasso, Itália.

Beata Francisca Ana de Nossa Senhora das Dores (†1855). Religiosa espanhola, das Irmãs da Caridade de São Vicente de Paula. Morreu em Maiorca. Foi beatificada pelo Papa João Paulo II em 1989.

Beato José Tous y Soler, presbítero (†1871). Religioso capuchinho, fundou em Barcelona, Espanha, a Congregação das Irmãs Capuchinhas da Mãe do Divino Pastor.

Beata Maria de Jesus Deluil Martiny, virgem (†1884). Fundadora da Congregação das Filhas do Coração de Jesus, assassinada a tiros por um anarquista em seu convento, em Marselha, França.

Beata Maria da Caridade do Espírito Santo Brader, virgem (†1943). Religiosa franciscana suíça enviada para Pasto, Colômbia, onde fundou a Congregação das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

Próximas liturgias

23 de abril de 2024

Terça-feira da Quarta semana da Páscoa Memórias facultativas de Santo...

22 de abril de 2024

Segunda-feira da 4ª Semana da Páscoa Leituras da Missa ...

21 de abril de 2024

Quarto Domingo da Páscoa Leituras da Missa Santos em...

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,530SeguidoresSeguir
331,686InscritosInscrever