25 de setembro de 2022

Domingo da 26ª semana do Tempo Comum


Ver também:

Leituras da Missa

Primeira leitura: Am 6,1a.4-7

Assim diz o Senhor todo-poderoso: 1“Ai dos que vivem despreocupadamente em Sião, os que se sentem seguros nas alturas de Samaria! 4Os que dormem em camas de marfim, deitam-se em almofadas, comendo cordeiros do rebanho e novilhos do seu gado; 5os que cantam ao som das harpas ou, como Davi, dedilham instrumentos musicais; 6os que bebem vinho em taças e se perfumam com os mais finos unguentos, e não se preocupam com a ruína de José. 7Por isso, eles irão agora para o desterro, na primeira fila, e o bando dos gozadores será desfeito”.

Salmo responsorial: Sl 145(146),7.8-9a.9bc-10 (R. 1)

R. Bendize, minha alma, louva ao Senhor! Ou Aleluia, Aleluia, Aleluia.

O Senhor é fiel para sempre, *7faz justiça aos que são oprimidos; ele dá alimento aos famintos, *é o Senhor quem liberta os cativos. R.

8O Senhor abre os olhos aos cegos *o Senhor faz erguer-se o caído; o Senhor ama aquele que é justo *9aÉ o Senhor quem protege o estrangeiro. R.

bcEle ampara a viúva e o órfão *mas confunde os caminhos dos maus. 10O Senhor reinará para sempre! †Ó Sião, o teu Deus reinará *para sempre e por todos os séculos! R.

Segunda leitura: 1Tm 6,11-16

11Tu que és um homem de Deus, foge das coisas perversas, procura a justiça, a piedade, a fé, o amor, a firmeza, a mansidão. 12Combate o bom combate da fé, conquista a vida eterna, para a qual foste chamado e pela qual fizeste tua nobre profissão de fé diante de muitas testemunhas. 13Diante de Deus, que dá a vida a todas as coisas, e de Cristo Jesus, que deu o bom testemunho da verdade perante Pôncio Pilatos, eu te ordeno: 14guarda o teu mandato íntegro e sem mancha até a manifestação gloriosa de nosso Senhor Jesus Cristo. 15Essa manifestação será feita no tempo oportuno pelo bendito e único soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, 16o único que possui a imortalidade e que habita numa luz inacessível, que nenhum homem viu nem pode ver. A ele, honra e poder eterno. Amém.

Evangelho: Lc 16,19-31

Naquele tempo, Jesus disse aos fariseus: 19“Havia um homem rico que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias. 20Um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, estava no chão à porta do rico. 21Ele queria matar a fome com as sobras que caíam da mesa do rico. E, além disso, vinham os cachorros lamber suas feridas. 22Quando o pobre morreu, os anjos levaram-no para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi enterrado. 23Na região dos mortos, no meio dos tormentos, o rico levantou os olhos e viu de longe a Abraão, com Lázaro ao seu lado. 24Então gritou: ‘Pai Abraão, tem piedade de mim! Manda Lázaro molhar a ponta do dedo para me refrescar a língua, porque sofro muito nestas chamas’. 25Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembra-te que tu recebeste teus bens durante a vida e Lázaro, por sua vez, os males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado. 26E, além disso, há um grande abismo entre nós: por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’. 27O rico insistiu: ‘Pai, eu te suplico, manda Lázaro à casa do meu pai, 28porque eu tenho cinco irmãos. Manda preveni-los, para que não venham também eles para este lugar de tormento’. 29Mas Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os Profetas, que os escutem!’ 30O rico insistiu: ‘Não, pai Abraão, mas se um dos mortos for até eles, certamente vão se converter’. 31Mas Abraão lhe disse: ‘Se não escutam a Moisés nem aos Profetas, eles não acreditarão, mesmo que alguém ressuscite dos mortos’”.


Santos em destaque

São Cléofas. Um dos discípulos de Emaús, ao lado dos quais caminhou o Senhor, explicando-lhe as Escrituras.

São Firmino de Amiens, Bispo e mártir (†303?). Natural de Pamplona (Espanha). Após evangelizar diversas cidades da França atual, foi eleito Bispo de Amiens, onde morreu decapitado no cárcere.

Santo Anacário de Auxèrre, Bispo (†605). Irmão de Santa Austregilda. Em sua diocese cuidou muito da disciplina litúrgica e canônica.

São Princípio, Bispo Soissons (França), irmão de São Remígio, séc VI.

São Sérgio de Radonez, (†1392). De nobre família russa. Fundou o mosteiro da Santíssima Trindade, em Moscou, e reformou a vida monástica na Rússia.

Beato Marcos Criado, presbítero e mártir (†1569). Religioso trinitário espanhol, lapidado pelos mouriscos nas montanhas de Alpujarras, Espanha.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

Artigo anterior24 de setembro de 2022
Próximo artigo26 de setembro de 2022

Próximas liturgias

21 de agosto de 2022

Solenidade da Assunção de Nossa Senhora Solenidade da Assunção de...

22 de agosto de 2022

Memória de Nossa Senhora Rainha Nossa Senhora Rainha. Instituída por...

23 de agosto de 2022

Festa de Santa Rosa de Lima Santa Rosa de Lima,...
Artigo anterior24 de setembro de 2022
Próximo artigo26 de setembro de 2022

Redes sociais

1,600,460FãsCurtir
103,000SeguidoresSeguir
8,500SeguidoresSeguir
253,000InscritosInscrever