2 de julho de 2024

Terça-feira da 13ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Primeira leitura: Am 3,1-8.4,11-12

1Ouvi, filhos de Israel, a palavra que disse o Senhor para vós e para todas as tribos que eu retirei do Egito: 2“Dentre todas as nações da terra, somente a vós reconheci; por isso usarei o castigo por todas as vossas iniquidades. 3Se duas pessoas caminham juntas, não é porque estão de acordo? 4Se o leão ruge na selva, não é porque encontrou a presa? Se no covil rosna o filhote do leão, não é porque agarrou sua parte? 5Acaso, sem armadilha, se prende uma ave no chão? Acaso dispara a armadilha, antes de capturar a presa? 6Se ressoa na cidade o toque da trombeta, não fica a população apavorada? Se acontece uma desgraça na cidade, não foi o Senhor que fez? 7Pois nada fará o Senhor Deus, que não revele o plano a seus servos, os profetas. 8Ruge o leão, quem não terá medo? Falou o Senhor Deus, quem não será seu profeta? 4,11Eu arrasei-vos, como arrasei Sodoma e Gomorra, e ficastes como um tição, retirado da fogueira; e, contudo, não voltastes para mim”, diz o Senhor. 12“Por isso, assim te tratarei, Israel; e, porque sabes como te vou tratar, prepara-te, Israel, para ajustar contas com o teu Deus”.

Salmo responsorial: Sl 5,5-6.7.8 (R. 9a)

R. Na vossa justiça guiai-me Senhor!

5Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade, *não pode o mau morar convosco; 6nem os ímpios poderão permanecer *perante os vossos olhos. R.

7Detestais o que pratica a iniquidade *e destruís o mentiroso. Ó Senhor, abominais o sanguinário, *o perverso e enganador. R.

8Eu, porém, por vossa graça generosa, *posso entrar em vossa casa. E, voltado reverente ao vosso templo, *com respeito vos adoro. R.

Evangelho: Mt 8,23-27

Naquele tempo, 23Jesus entrou na barca, e seus discípulos o acompanharam. 24E eis que houve uma grande tempestade no mar, de modo que a barca estava sendo coberta pelas ondas. Jesus, porém, dormia. 25Os discípulos aproximaram-se e o acordaram, dizendo: “Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo!” 26Jesus respondeu: “Por que tendes tanto medo, homens fracos na fé?” Então, levantando-se, ameaçou os ventos e o mar, e fez-se uma grande calmaria. 27Os homens ficaram admirados e diziam: “Quem é este homem, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”


Santos em destaque

Santos Liberato, Servo e Rústico, mártires (†484). Monges cartaginenses submetidos a cruéis torturas e mortos por ordem do rei ariano Hunerico.

Santa Monegundes, eremita (†570). Com o consentimento do esposo, retirou-se numa gruta nas cercanias de Tours, França, para levar vida eremítica.

São Suitino, Bispo (†862). Bispo de Winchester, foi, segundo a tradição, capelão do rei Egberto de Wessex e tutor de seu filho, o príncipe Ethelwulf.

São Lídano de Sezze, abade, italiano, séc. XI.

São Bernardino Realino, presbítero (†1616). Abandonou as honrarias mundanas, fez-se jesuíta e dedicou-se com grande caridade aos prisioneiros e aos doentes.

Beato Pedro de Luxemburgo, Bispo (†1387). Nomeado bispo muito jovem. Foi grande devoto da Paixão e muitas vezes favorecido com visões de Nosso Senhor Crucificado.

Beatos João e Pedro Becchetti, presbíteros (†1420-1421). Irmãos, sacerdotes da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho. Levaram juntos uma vida de oração, estudo e pregação.

Beata Eugênia Joubert, virgem (†1904). Religiosa da Congregação da Sagrada Família do Sagrado Coração, ensinou a doutrina católica aos pequeninos e morreu tuberculosa em Liège, Bélgica.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

Artigo anterior
Próximo artigo

Próximas liturgias

21 de julho de 2024

Domingo da 16ª semana do Tempo Comum Leituras da...

20 de julho de 2024

Sábado da 15ª semana do Tempo Comum Leituras da...

19 de julho de 2024

Sexta-feira da 15ª semana do Tempo Comum Leituras da...
Artigo anterior
Próximo artigo

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,530SeguidoresSeguir
558,475InscritosInscrever