10 de fevereiro de 2024

Memória de Santa Escolástica

Virgem, irmã gêmea de São Bento, fundadora do ramo feminino da Ordem Beneditina.


Ver também:

Leituras da Missa

Primeira leitura: 1Rs 12,26-32.13,33-34

Naqueles dias, 26Jeroboão refletiu consigo mesmo: “Como estão as coisas, o reino vai voltar à casa de Davi. 27Se este povo continuar a subir ao templo do Senhor em Jerusalém para oferecer sacrifícios, seu coração se voltará para o seu soberano, Roboão, rei de Judá; eles me matarão e se voltarão para Roboão, rei de Judá”. 28Depois de ter refletido bem, o rei fez dois bezerros de ouro e disse ao povo: “Não subais mais a Jerusalém! Eis aqui, Israel, os deuses que te tiraram da terra do Egito”. 29Colocou um bezerro em Betel e outro em Dã. 30Isso foi ocasião de pecado, pois o povo ia em procissão até Dã para adorar um dos bezerros. 31Jeroboão construiu também templos sobre lugares altos e designou como sacerdotes homens tirados do povo, que não eram filhos de Levi. 32E instituiu uma festa no dia quinze do oitavo mês, à semelhança da que era celebrada em Judá. E subiu ao altar. Fez a mesma coisa em Betel, para sacrificar aos bezerros que havia feito. E estabeleceu em Betel sacerdotes nos santuários que tinha construído nos lugares altos. 13,33Depois disso, Jeroboão não abandonou o seu mau caminho, mas continuou a tomar homens do meio do povo e a constituí-los sacerdotes dos santuários dos lugares altos. Todo aquele que queria era consagrado e se tornava sacerdote dos lugares altos. 34Esse modo de proceder fez cair em pecado a casa de Jeroboão e provocou a sua ruína e o seu extermínio da face da terra.

Salmo responsorial: Sl 105(106),6-7a.19-20.21-22 (R. 4a)

R. Lembrai-vos, ó Senhor, de mim lembrai-vos; segundo o amor que demonstrais ao vosso povo.

6Pecamos como outrora nossos pais, *praticamos a maldade e fomos ímpios; 7ano Egito nossos pais não se importaram *com os vossos admiráveis grandes feitos. R.

19Construíram um bezerro no Horeb *e adoraram uma estátua de metal; 20eles trocaram o seu Deus, que é sua glória, *pela imagem de um boi que come feno. R.

21Esqueceram-se do Deus que os salvara, *que fizera maravilhas no Egito; 22no país de Cam fez tantas obras admiráveis, *no Mar Vermelho, tantas coisas assombrosas. R.

Evangelho: Mc 8,1-10

1Naqueles dias, havia de novo uma grande multidão e não tinha o que comer. Jesus chamou os discípulos e disse: 2“Tenho compaixão dessa multidão, porque já faz três dias que está comigo e não tem nada para comer. 3Se eu os mandar para casa sem comer, vão desmaiar pelo caminho, porque muitos deles vieram de longe”. 4Os discípulos disseram: “Como poderia alguém saciá-los de pão aqui no deserto?” 5Jesus perguntou-lhes: “Quantos pães tendes?” Eles responderam: “Sete”. 6Jesus mandou que a multidão se sentasse no chão. Depois, pegou os sete pães e deu graças, partiu-os e ia dando aos seus discípulos, para que os distribuíssem. E eles os distribuíam ao povo. 7Tinham também alguns peixinhos. Depois de pronunciar a bênção sobre eles, mandou que os distribuíssem também. 8Comeram e ficaram satisfeitos, e recolheram sete cestos com os pedaços que sobraram. 9Eram quatro mil, mais ou menos. E Jesus os despediu. 10Subindo logo na barca com seus discípulos, Jesus foi para a região de Dalmanuta.


Santos em destaque

Santa Austreberta, virgem e abadessa (†704). Governou piedosamente o mosteiro de Pavilly, França, fundado pouco antes pelo Bispo Santo Audeno.

São Guilherme de Malavalle, eremita (†1157). Eremita falecido numa gruta perto de Grosseto, Itália, cujo exemplo deu origem a muitas congregações de eremitas.

Santa Clara de Rímini, viúva (†1326). De rica família italiana, tornou-se frívola após a morte de seus pais e do esposo. Assistindo a uma Santa Missa, recebeu a graça de reconhecer sua má conduta. Vestiu o hábito de terciária franciscana e se dedicou à penitência e à caridade.

São José Sánchez del Río, mártir (†1928). Jovem de 14 anos morto com um tiro na cabeça durante a Guerra dos Cristeros, em Cotija, México, após sofrer com sobranceria inúmeros tormentos. Expirou sobre uma cruz traçada por ele no solo com o próprio sangue

Beato Hugo de Fosses, abade (†c. 1163). Seu mestre São Norberto, ao ser eleito Arcebispo de Magdeburgo, confiou-lhe a direção da recém-fundada Ordem Premonstratense, que ele governou durante 35 anos.

Beata Eusébia Palomino Yenes, virgem (†1935). Filha de pobres camponeses espanhóis, trabalhou em diversas casas de família até ingressar na Congregação das Filhas de Maria Auxiliadora.

Beato Luís Stepinac, Bispo (†1960). Opôs-se com coragem às doutrinas que negavam tanto a Fé quanto a dignidade humana, até que, preso durante longo tempo no cárcere por sua fidelidade à Igreja, morreu consumido pela doença e pelas privações em Krašić, perto de Zagreb.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

 

Artigo anterior
Próximo artigo

Próximas liturgias

16 de julho de 2024

Festa de Nossa Senhora do Carmo. Nesta data, em 1251,...

15 de julho de 2024

Memória de São Boaventura Bispo e Doutor da Igreja (†1274...

14 de julho de 2024

Domingo da 15ª semana do Tempo Comum Leituras da...
Artigo anterior
Próximo artigo

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,530SeguidoresSeguir
558,475InscritosInscrever