2 de abril de 2024

Leituras da Missa

Primeira leitura: At 2,36-41

No dia de Pentecostes, Pedro disse aos judeus: 36“Que todo o povo de Israel reconheça com plena certeza: Deus constituiu Senhor e Cristo a este Jesus que vós crucificastes”. 37Quando ouviram isso, eles ficaram com o coração aflito e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: “Irmãos, o que devemos fazer?” 38Pedro respondeu: “Convertei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos vossos pecados. E vós recebereis o dom do Espírito Santo. 39Pois a promessa é para vós e vossos filhos, e para todos aqueles que estão longe, todos aqueles que o Senhor nosso Deus chamar para si”. 40Com muitas outras palavras, Pedro lhes dava testemunho e os exortava, dizendo: “Salvai-vos dessa gente corrompida!” 41Os que aceitaram as palavras de Pedro receberam o batismo. Naquele dia, mais ou menos três mil pessoas se uniram a eles.

Salmo responsorial: Sl 32, 4-5. 18-19. 20.22 (R. 5b)
R. Transborda em toda a terra a bondade do Senhor. Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

4Pois reta é a palavra do Senhor, *e tudo o que ele faz merece fé. 5Deus ama o direito e a justiça, *transborda em toda a terra a sua graça. R.

18Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem, *e que confiam esperando em seu amor, 19para da morte libertar as suas vidas *e alimentá-los quando é tempo de penúria. R.

20No Senhor nós esperamos confiantes, *porque ele é nosso auxílio e proteção! 22Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, *da mesma forma que em vós nós esperamos! R.

Evangelho: Jo 20,11-18

Naquele tempo, 11Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12Viu, então, dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés. 13Os anjos perguntaram: “Mulher, por que choras?” Ela respondeu: “Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram”. 14Tendo dito isso, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. 15Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? A quem procuras?” Pensando que era o jardineiro, Maria disse: “Senhor, se foste tu que o levaste, dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar”. 16Então Jesus disse: “Maria!” Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabuni” (que quer dizer Mestre). 17Jesus disse: “Não me segures. Ainda não subi para junto do Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”. 18Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o Senhor!” e contou o que Jesus lhe tinha dito.


Santos em destaque

Santo Apiano, mártir (†306). Morto durante a perseguição de Maximiano, por ter tentado impedir a realização do sacrifício idólatra ordenado pelo imperador à população de Cesareia, na Palestina.

Santa Teodora, virgem e mártir (†307). Jovem de dezoito anos presa, torturada e lançada ao mar por haver dado demonstrações de apoio e veneração aos cristãos levados ao tribunal em Cesareia da Palestina.

Santo Abúndio, Bispo (†468). Nascido em Como, Itália, foi enviado pelo Papa São Leão Magno a Constantinopla, onde defendeu firmemente a verdadeira Fé.

São Francisco de Paula, confessor (†1507). Fundador da Ordem dos Mínimos, na Calábria, Itália, São Francisco de Paula foi célebre pelos milagres que praticou, pelas profecias que fez acerca do futuro da Igreja, e pelos exemplos de grande austeridade de vida, nascida de uma profunda humildade.

São Pedro Calungsod, catequista e mártir (†1672). Nascido nas Filipinas, partiu com os missionários jesuítas para evangelizar as Ilhas Marianas, na Oceania. Foi martirizado por nativos pagãos na ilha de Guam.

São Domingos Tuoc, presbítero e mártir (†1839). Sacerdote dominicano martirizado na perseguição religiosa do Vietnã.

São Francisco Coll y Guitart, presbítero (†1875). Sacerdote dominicano e grande pregador popular, fundou em Vic, Espanha, a Congregação das Dominicanas da Anunciata.

Beato Leopoldo de Gaiche, presbítero (†1815). Religioso franciscano que se destacou como missionário a ponto de ser chamado “Apóstolo da Úmbria”.

Beato Guilherme Apor, Bispo e mártir (†1945). Durante a Segunda Guerra Mundial, sendo Bispo de Györ, Hungria, foi golpeado de morte por alguns soldados russos, ao defender umas meninas refugiadas num edifício da diocese, e morreu três dias depois.

Beata Maria de São José, virgem (†1967). Fundou em Maracay, Venezuela, a Congregação das Agostinianas Recoletas do Sagrado Coração de Jesus.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online


Galerias de imagens

Artigo anterior
Próximo artigo

Próximas liturgias

23 de abril de 2024

Terça-feira da Quarta semana da Páscoa Memórias facultativas de Santo...

22 de abril de 2024

Segunda-feira da 4ª Semana da Páscoa Leituras da Missa ...

21 de abril de 2024

Quarto Domingo da Páscoa Leituras da Missa Santos em...
Artigo anterior
Próximo artigo

Redes sociais

1,644,769FãsCurtir
125,191SeguidoresSeguir
9,530SeguidoresSeguir
331,686InscritosInscrever